.

.

31 de dez de 2010

não importa, a hora ou dia..

Em pleno "ano novo", onde todas as pessoas estão felizes, se enganando com um copo de bebida e forçando sorrisos com familiares que não gostam tanto assim... Vim lhe falar que...
Tenho andando com a cabeça longe, pois, agora estou doente, tenho uma preucupação, algo subliminar para cuidar. Declarações na agenda, um nome rodeado de corações e musicas romanticas cantadas e dedicadas em pensamentos são feitas por mim, coisa que não ocorria a muito tempo, até você chegar, seria um erro fingir que desde o começo não sentia uma empolgação sem tamanho, tantos textos escritos para ti, tantas conversas saiam da minha boca apenas tentando criar a cena de quando o ver, acaba sendo tolice. Afinal... Não, tinha tantos motivos assim para...
Na verdade, tinha! Era lindo, interessante e responsavel, um suposto "bom partido" como os antigos diziam, não digo de conta bancária, e sim de algo melhor... são sentimentos. Me mostrava confiança, romantismo e sinceridade. Sem ao menos tocar, tentava guardar cada detalhe ou palavra. Boba, não?
Eu acho o seu jeito tão encantador, essa maneira de ser tão... lindo e fascinante. A vontande de te conhecer a cada dia mais, cada detalhe e não é maior que a vontande de te sentir perto, aqui! Apenas olhar e  sentir que é tudo verdade.
Estranho, logo que achava que só ia acontecer isso quando realmente quizesse que acontecesse e no fim acabei me perdendo nos minutos diários "ao seu lado", sem ao mesmo ver ou tocar. Parece que já me faz falta. Mal, lhe conheço e já vivo uma eterna saudade! s2'

- B.Carmona
23:47

27 de dez de 2010

Não acreditei, quando olhei no espelho, eu parecia uma Bruna tão mais... velha! Como eu consegui amadurecer tanto em tão pouco tempo, acaba sendo um pouco estranho, afinal... Você passa um longo tempo imaginando, fazendo e sonhando com planos que se acabam em tão pouco tempo, e isso faz com que você caia na real... Que a certeza do amanhã não é tão grande e que seu amor não vai durar pra sempre.
Me encontei sozinha durante muitas situações, precisei de socorro como uma criança precisa da mãe... Mas ao contrario disso, acabei mexendo nas pequenas lembranças de mágoas e dor que tive lá trás e achei as respostas pra todo meu sufoco. O tempo! O tempo cura tudo, nada é pra sempre, dor não é pra sempre,porém, marcas sim! Marcas do seu passado fazem você ser alguem melhor, faz você ser quem realmente é. Mas, a dor passa, todo machuado há de passar. A vida deu essa tregua ao ser humano. Então, cai na real somente esse ano.
Acreditei também, que esse ano de 2010 era para ser um ano de muitas mudanças, que ia mudar minha vida e que seria tudo "maravilindo". Pois é, ela mudou, não foi tudo supostamente maravilhoso, mas foi um ano de aprendizado e amadurecimento, como pessoa, com as pessoas e com os meus pais. Porque foi esse ano que eu descobri que não há ninguém que irá perdoar meus erros e me aconselhar para o bem como eles. Serão sempre um Tesouro que Deus me deu, para honrar.
Esse ano descobri que também para ter "amigos", não precisamos jurar amor eterno e que sempre de alguma forma alguém em algum canto irá lembrar de você, com a mudança de colégio, eu achei que os meus "supostos" amigos do passado, que faziam promessas falsas, de amor eterno, irião querer saber sobre minha vida, de como estava, mas, minha expectativa foi totalmente errada. A verdade é que aqueles que fazem promessas inválidas e juras de amor eterno, acabam sendo os primeiros a te deixar.
Prometi a mim mesma, que depois da minha primeira decepção amorosa, não voltaria a me enganar por tão pouco, confesso que não me apaixonei e sim apenas 'preenchi' minha cabeças em algumas horas. Porque fiquei anestesiada de qualquer falsa promessa e vi que quando for pra ser, será! A vida irá me trazer quem eu mereço e quando isso acontecer ocorrerá tudo bem!

Foi tudo tão diferente, que pra contar acaba sendo tão repetitivo, porque a palavra "mudança" e "superação" irá reprisar toda hora.

Não foi o melhor ano, mas, prefiro crescer do quer ser a mesma de 2009! ;)
Bom Ano Novo!

3 de dez de 2010

Duas Pessoas!

Criamos imagens de amigos perfeitos, como se não tivessem defeitos, que nós entendem e compreendem tudo que falamos. De acordo com o tempo, vemos que não existem "amigos perfeitos", mas, amigos que se encaixam perfeitamente em nosso cotidianos. Eu como aprendiz da vida, encontrei não um e sim DOIS! Um presente que a vida trouxe em minhas mãos.
Ontem, quando eu vi que tinha que me despedir das nossas rotinas, entrei em desespero porque eu não queria deixar meus anjos, o meus amores e os motivos de todos os sorrisos que tive. Aquela sensação de perder algo é horrivel, mas, eu sei que as ultimas palavras nossas foram inesqueciveis a ponto de conseguir lembrar de cada detalhe. Confesso, que hoje acordei mais triste por não ter vocês na segunda-feira chata! Sei que vai ser duro sem vocês, afinal, eramos em três, 3, tleis, só três e cada vez que eu penso isso me dá vontade de Sorrir.

Obrigada Por tudo! Jackson e Davi. Meus melhores!

30 de nov de 2010

Primeira Paixão'

A algum tempo que não tenho pensando sobre coisas do meu coração, tirei férias da tal responsibilidade de amar alguém. Porém, como tenho um costume um tanto quanto exotico: tentar enxergar o interior das pessoas, principalmente e supostamentes 'feias', reparei naquele que sem muito motivos para criar um julgamento, consegui mesmo assim! Fiz das suas palavras, as minhas, estamos o tempo todo julgando tudo! Quando estiver de bom humor tudo fica mais legal, mais bonito, porem, se amanhã você acordar mal, irá me achar um troxa! Sim; foi o suficiente para me convencer que não tinha uma beleza, mas sim o poder de tornar caracteristicas pequenas perto do genio de sua pessoa, podia escutar aquelas palavras de sabedoria por um bom e agradavel tempo, afinal, parecia que alguém conhecia muito sobre o assunto "Ser Humano", que me deixa um tanto quanto encantada!
Desde então, minha cabeça criava pequenas cenas que conversavamos e conversavamos sem parar. Algo que na minha opinião é fundamental. Um jeito diferente me encantou, com experiencias diferentes do meu mundo, com maturidade o suficiente para achar o que é certo e errado, me encantei. Nesses anos de estrada pela minha primeira responsabilidade, foi a primeira vez que me vi encantada aos sorriso em frente a situação, de uma maneira reservada como um baú de ouro escondido no fundo do mar, contei a minha alma que estava feliz perante a tal coisa. Isso já seria o suficiente para ser apenas dele.

oificção!

29 de nov de 2010

Tijolo Por Tijolo Chato

Se não é real
Você não pode segurar em suas mãos
Não pode sentir com seu coração
E eu não acredito
Mas se é verdade
Você pode ver com seus olhos
Até no escuro (8)

8 de nov de 2010


se assemelha com a realidade, mas, perde a cabeça nas nuvens.
ser a preferida de alguém em algum lugar..

7 de nov de 2010

Sentimentos clichê!

Saindo do banheiro, avistei ele. O famoso da escola, bonito, engraçado, simpatico e 'dono de muitos corações apaixonados', pois sei que há muitas garotas que são apaixonada por ele, só por ele existir. O encarei tentando saber se era realmente quem eu via ali na minha frente.
Sim, era ele mesmo! O famoso! Fiquei um pouco sem graça.... A ponto de me sentir em uma cena de filmes "Hollywoodianos", onde a gordinha feia avista o menino popular parado em um lugar e ela alí imaginando por um segundo o que ele tem para oferecer além daquela suposta beleza.... Bem tipico de filme.

Pois bem, me ví nessa situação e com a cabeça um pouco alienada, respirei alguns segundos e comecei a pensar que mesmo que ele tenha uma beleza, ele tem mais do que isso para oferecer a uma garota, não como eu. Porém, queria saber de todos seus gostos e do que te faz rir e até do seu personagem favorito de quando você era pequeno. Coisas que só pessoas de confiança sabem. Não me coloquei como um apaixonada, mas, talvez não seja só um rosto bonito como muitas meninas acham que é e se aproximam de você para isso. Conheço poucas histórias sobre você, porém, seo de todas suas fãs e de todos suspiros que elas soltam assim que você aparece. Não me colocando com superior, mas, realista. Não se pode gostar de algo que não conhece!

1 de nov de 2010

mais uma vez...

Me coloquei diante a minha situação que parecia meio impossível, quem aos seus planos 17 anos fica uma boa parte em casa? Sim, aos dezessete anos, você tem festas, churrascos, passeios e tudo que qualquer adolescente tem! Mas, eu vi que a historia comigo era diferente....
Acho que Deus tem um plano pra mim ou me colocou dessa maneira limitada por algum propósito, porém, esse plano é algo que chega a doer e faz você repensar em tudo que fez até o presente momento e chegar a conclusão de que: Será que realmente vale a pena?. Diante de uma cena tentadora onde todos se divertem e jogam conversa, me vejo prostrada diante um computador onde posso afogar qualquer tipo de mágoa ao som de uma música triste pensando que talvez seria melhor fazer algo diante a isso!
Certo?
Não, por mais que eu pense em todos os jeitos de convencer alguém a me deixar ser um pouco mais "normal", talvez eu não queira entrar totalmente nesse mundo, afinal, é deprimente olhar alguém que se jogou ao rumo da ilusão. Acredito que daqui por diante, as coisas irão melhorar, com a idade vem responsabilidades e confiança de quem te ama muito. Os conceitos de liberdade criados em minha mente é super convencional diante de uma juventude precoce, onde fazemos coisas simples, sem uma famosa atividade chamada "pegação" ou "bebedeira", nunca fui disso nem quero ser, tenho pena do vulgo "pegador" e a famosa "vadia", acho indigente beijar alguém sem um propósito especial.
Acho que vocês podiam ao menos procurar o que passa em minha cabeça, saber que ando sofrendo por motivos pequenos, que se resolveria se vocês me deixassem me divertir além de uma musica um pouco mais alta e altas horas adentro na frente de um pc.

- B. Carmona

28 de out de 2010

She Will Be Loved - Maroon 5

Linda rainha de apenas dezoito anos ela
tinha alguns problemas com ela mesma
Ele sempre estava lá para ajudá-la ela
sempre pertenceu a outra pessoa
Eu não me importo de passar todos os dias
Do lado de fora, na esquina da sua casa, na chuva caindo
Procuro a garota do sorriso partido
Pergunto a ela se ela quer ficar por um tempo
E ela será amada... ♥ ♪

27 de out de 2010

Mais uma história com final..

Tenho pensado muito em o que eu fiz desde que você se foi, cheguei a um resultado supreendente, fiz muitas coisas como: nada! Sim, Nada! Como assim, nada? Pois é, desde que você se foi, ainda me pego pensando em tudo que faziamos, conversavamos e confessavamos, você lembra? Era tudo tão... bonito! Ainda lembro de cada detalhe da sua mão e da macidez dela quando escontava na minha. Engraçado não? Você me odeia agora, mas eu me lembro com perfeição do nosso desenho da ultima folha de seu caderno sobre nosso casamento, a sua amiga até contribuiu e desenhou um Michey, você lembra? Desde que você se foi, eu me pergunto todos os dias, até quando eu viverei nessas lembranças e parar de pensar um pouco em você, mesmo depois de muita coisa feita não só por você por mim também, a culpa foi minha, talvez apenas minha! Mas eu não esqueço de você, eu não guardo odio, infelismente... afinal, você trouxe a melhor fase da minha vida, talvez algo que eu nunca encontre. Você lembra daquele dia, na rua de cima onde eu falei: Porque eu tenho certeza de quem ninguém irá me amar como voce! Sim, foi lindo, eu tenho um carta sobre essa história. E você tem as cartas? Guardou a minha agenda dedicada para você, com todos os meses contados? Guardo a caixinha feita com folha de revista cheia de corações pintados de guaxe por mim no aniversário de 8 meses? Lembro que fiquei com vergonha de te dar, afinal... era uma caixinha contra os presentes que você me dava, e não falava onde comprava porque tinha medo de eu ir perguntar o preço. Toda vez que eu vou deitar, eu lembro de quando nós começamos a namorar.. Você lembra? Ficavam gritando : Own *-* No corredor, eu me sentia super feliz, afinal, eu achava a gente lindo juntos! Um casal digno, bonito! Lembra que você foi comigo até o Motta comprar corante pra fazermos o bolo colorido? Confesso que ficou lindo! Seria o bolo do nosso filho, assim que ele completasse um ano.. Na sua primeira festinha, coisa que eu não tive! ahaha você lembra de quando eu ficava chorando pra você que meu pai nunca tinha me dado um festa? E você falava que nossa festa de casamento seria a coisa mais Inesquecivel, que você ia lutar para me dar a melhor festa? Tantas cenas não é? Parecia tão... perto! Você lembra das vezes que eu tinha que guardar a aliança linda que você tinha me dado de aniversário de namoro, já que a nossa primeira você não gostava, a segunda eu ainda tenho ... a primeira também, não tive coragem de dar, ela ainda anda comigo na carteira onde eu a escondia do meu pai..
Você lembra quando acabou? Você pegou a foto com meu celular novo e colocou a seguinte frase: Nunca contei, mas essa é a minha preferida! E eu te ligava toda vez que eu chegava da escola nova, chorando e lamentando que tinha acontecido tamanha gravidade para me afastar de ti, você lembra também que eu briguei e te tratei com frieza nos ultimos dias que nós falamos, confesso que eu errei aquela vez! E você esgotado de mim, me mandou para todos os lugares possiveis, nossa despedida foi tão ... fria! Perto do que eramos naquele começo de amizade, era tudo desabafo.. feliz, sempre tinhamos piadinhas para contar. Nosso fim, foi trágico, foi traumatizante até hoje eu lembro da cena, você lembra quando vai se deitar, afinal, você pensa em mim como eu ainda penso em você? Você ainda sai me chingando falando o quanto eu te magooei? Mas você ainda fala de mim? Sim! Eu me faço essas perguntas todos os dias, e leio todo fim de noite, lá naquele banheiro do fundo de casa a carta de 8 meses da gente, onde você dizia que eu era seu anjo e você nunca imaginava um depois sem mim. Eu já decorei tudo aquilo, pois eu ainda leio aquilo, choro toda vez! Procuro não ler com alguém perto.. sou boba, odeio chorar na frente dos outros ne? É hoje eu vejo, que talvez depois de tanto tempo você se virou sem mim, talvez esteja até em outra menina melhor. Eu quero sua felicidade e torço para alguém te amar, muito! Afinal, você foi o melhor menino que eu achei até hoje, talvez ninguém há de superar você, você foi unico até a presente data! Você lembra, que eu falava que se um dia a gente terminasse se nós nos encontrassemos ia rolar um 'bis'? Eu ainda torço por isso. Você se lembra de mim ainda? Quando vai se deitar, lembra de uma trouxa que te tratava mal e ia correndo chorar em horas e horas perdidas no telefone das meia noite as quatro da manhã? Eu faço todas essas perguntas todos os dias, porque você ainda é presente na minha mente. Eu jamais vou falar isso pra ti. Mas eu preciso escrever pra mim mesma! Acredita, que tem um super-cara que gosta de mim e eu me confundi toda porque esses dias eu sonhei com você? Sabia? É ele é aquele menino que você falava pra mim que me merecia, que me dava amor, carinho e era legal comigo. É ele gosta de mim, mas eu ainda lembro de todas essas perguntas, porque você se foi e me deixou confusa... Porque eu não sei mais nada de você e não sei se voce ainda pensa em mim. Não ouso mais escrever seu nome, seu nome já tem vivido muito no meu pensamento, além do numero da sua casa que eu ainda sei de cabeça. E não gosto que ninguem me chame de Branca afinal você era o Unico, que me chamava assim! Lembra que você falava que a gente teria a melhor historia de amor, de namorar desde os 15 e sermos felizes forever. É está chegando o fim do ano e dia 8 iamos fazer dois anos, você lembra? Todo dia 8 eu me lembro das nossas 'comemoraçoes' E dessa vez não vai ser diferente, dia 8 de Dezembro eu vou lembrar, que há dois anos atrás eu ia conseguir conquistar o melhor cara do mundo. Mesmo sem você agora, eu torço muito por ti. Eu pedi pra Deus, para você não ir embora, se foi feito é porque tem alguém no mundo que talvez mereça você mais do que eu... E ainda peço para ele te guardar, afinal, você foi um anjo pra mim! E por essas e outras que me pego escrevendo e chorando por ti. Como todos os dias, desde que você se foi!

23 de out de 2010

Prioridade, talvez...

- Repensei em tudo que acreditava ter certeza. Me enganei, não tinha nada esclarecido e afastada de tudo que julgava ser bom pra mim, me fez tomar decisões que coloquei como prioridade hoje.
Ultimamente o meu passado me pegou, mais intensamente... Depois de tantos choros de desespero e altas horas da noite adentro, ví que eu tinha que tomar uma decisão em relação a "nova Bruna" que nasceu quando tudo aquilo acabou, sei que nada irá ser muito facil, para quem acredita que começou mal, afinal, sentir a falta de quem me preenchia quase me matou.
"Talvez ele me entenda, ao menos pense que estou certa.." foi o que pensei lá pras três da manhã deitada. Quando digo que meu coração amadureceu, digo que ele resolveu ver que dessa vez, o sentimento de alguém também está em pauta. E, também sei que se fingir que nada está acontecendo, colocando o meu sentimento em risco.
Reparei que mesmo estando pensando em alguém eu fazia pequenas semelhanças não-saúdaveis ao meu ponto de vista. Ter alguém como semelhança não é leal, não é se entregar por inteiro, é imaginar que alguém pode ser o que você sente falta. Não acho aceitável fingir que alguém te completa por inteiro, sendo que existes coisas que você só tera certeza, se realmente acontecer. Acreditar que "é o certo" não te faz mais feliz, não preenche pedaços vazios de um coração partido. Nessa longa trajetoria de 'mais um dia' no meu livro, aprendi que eu não posso achar que vai ficar tudo bem no final, porque o final é no futuro e a história não é feita por um autor que irá escrever, como se houvesse personagens e sim por mim que tenho que tomar decisões. Percebo que existe milhões e milhões de pessoas no mundo e milhões de jeitos de escolher como irá ser sua vida, tomar todas essas decisões aos dezessetes anos achando que sua vida irá acabar aos vinte é dar um tiro no pé e pode trazer arrependimentos do qual você jamais irá esquecer. Então, acredito que devo ir com calma nessa vida, nada vai acabar agora e eu apenas estou começando a crescer mentalmente... Minha cabeça está revendo coisas que acreditava ser certo, daqui um tempo irei rever isso de novo, o famoso "adoslecente" é assim, vive em constante mudanças até se formar o "adulto sensato", mas acredito que eu tenha uma longa caminhada até virar realmente uma "adulta sensata". Não posso achar que tenho certeza de que é isso que eu quero, é isso ou não é. Meu coração está preso em um momento da minha história "contada", não posso entrar de cabeça aonde eu faço semelhanças com algo que já foi, aprendi que o tempo encaixa tudo em seu lugar na hora certa e agora não acredito estar pronta para tomar uma decisão que mudará a vida de alguém.

Amor. Amor!

Quem me vê pensa que lamento do amor não chegar até mim. Quem pensa isso, está errado, nunca lamentei de ele não chegar. Eu apenas descrevo o que sinto ao mesmo tempo em que penso que ele não serve para deixar alguém mais completo, acredito que não ter algo que faça doer sua barriga te deixa com a impressão de que você está mais vazio. Amor é algo que é contraditório, uma hora você o adora outra você não quer nem pensar em amar de novo. A palavra Amor é difícil de argumentar, nem o mais intelectual pode definir direito o amor, muito menos quem o sente. É algo subliminar, sem um porquê ou pra quê, não vem modo de usar.
Considero esse tal de "amor" como uma pessoa, alguém que tem vida própria e sem mais e menos bagunça pedacinhos de nossos corações e faz trocas entre as pessoas enquanto elas estão distraídas, muito atrevido. O Amor é moleque, muita das vezes brinca com o sentimento de alguém que não o conhece direito, faz ela se confundir com a Paixão ou até o Gostar e quando ela vê lá está ela total dependente do maldito do tal Amor.
Amor. Amor. Amor. A quem diga que amor nos faz rejuvenescer outros diz que ficamos um tanto quanto cegos, talvez, o amor não nos deixa cego, mas sim faz com que vejamos a melhor parte de alguém... A mais importante, no caso os defeitos ficam para trás.
Já parou para pensar nas pessoas que nós julgamos não ter o amor dentro de sí, o quanto elas são medrosas? Elas têm tanto medo do amor, que preferem nem ao menos experimentar ter borboletas na barriga ou até deixar uma historia de um casal a comover. Acredito que são pessoas vazias, que tem medo de se aventurar com nosso famoso Amor. Mesmo com efeitos colaterais, ele nos deixa muitas das vezes com a melhor parte as lembranças que fomos felizes. Ai a Saudade vira parceira e ambos se juntam para te fazer relembrar daquela época onde você sorria sem um porque e fazia pequenas declarações de afeto escondidas do mundo. O amor é algo que não se limita, viver com o amor é saber que uma hora a Adrelina, o Desespero ou até a Tristeza irá te visitar e confirmar se o Amor que vive com você é verdadeiro.
E há ainda quem diga que ele não existe. Mentira! Não há como ele não existir, todo o nosso nervosismo ao encontrar alguém ou aquela dorzinha de barriga antes de um beijo, não é amor? Confesso que não tenho muito jeito para especificar o que realmente é, mas, o Amor é isso! Serve para nos confundir, não descrever.. E sim esperar ele vir para dentro de você.
E você o que pensa sobre o Amor?

10 de out de 2010

s|2

Vou matar a pessoa que achou que partir o coração de alguém era motivo para se orgulhar, mas sabia ele que depois disso, muitos ainda iam chorar!

tenso#

8 de out de 2010

Porque infelismente... permiti!

Juntei mil motivos que me fizeram chorar até hoje. Hoje! Poucas horas atrás, voltei ao tempo e me ví em uma situação que já sei o final, me fez repensar em tudo, com muita frieza e dor.. Não porque quis, já não sou como antigamente, amadureci meu coração, mas.. não cumpri quando disse que não ia me apaixonar por alguém, até criar juizo em minha cabeça. Mal sabia eu, que logo mais adiante estaria depositando mais uma vez, meus sonhos e desejos em alguém... Vou te contar, não acreditei em mim mesma quando estava chorando na frente de uma tela, lendo varias vezes aquelas palavras. Pra quê passar por tudo isso? Já aconteceu uma vez, eu sei um fim disso! Um dos dois.. com o coração partido, mil juras jogadas foras e jeitos diferentes de contar que amor passou, um explicação tola para a magoa que sente. Será que eu realmente desejo passar por isso? Amor, exige insegurança, medo, magoa e dor. E, talvez eu não esteja pronta para dor e mágoas. Aquela tarde que passei insiste em bater toda noite na porta do meu livro de lembranças me trazendo de volta que eu não pudi fazer nada ao ver alguém do qual eu me importava tanto... partir, aquele amor que inclui insegurança, medo e dor veio à tona! Sim; eu lembro disso todos os dias, talvez porque eu não tenha tantas histórias a contar, repertório curto exige repetição de argumentos e falhas. Meu coração ainda há falhas quando falamos de magóas, a junção do passado/presente tem muito valor ainda, não um valor bom, algo ruim que me deixam mais aflita e pronta para ir com calma daqui para frente.
Com lagrimas vejo que preciso repensar, analisar essa situação sobre a matéria preferida de muitas garotas: o coração. Talvez com um pouco de frieza dessa vez! Para que as palavras, gestos e declarações de afeto não vão para passado, como parte de uma história mal contada.

7 de out de 2010

Vem Pra cá - Chimarruts (ah *--*

Brilha teu sorriso, vem pra cá.. A vida é agora vê se não demora, para recomeçar.. é só ter vontade de FELICIDADE!

ps: estuuuuuuda bruuu :/

2 de out de 2010

One Step At A Time - Jordins Spar

Apresse-se e espere.. Tão perto, mas tão longe, Tudo o que você sempre sonhou, Perto o suficiente pra você provar...Mas você não pode tocar!
Você quer mostrar para o mundo, mas ninguém sabe o seu nome ainda, Você se pergunta quando, onde e como você vai fazer acontecer, Você sabe que pode, se você tiver a chance, Na sua cara, e as portas estão batendo, Agora você está se sentindo mais e mais frustrado e você está ficando muito impaciente.... Esperando!
Nós vivemos e aprendemos a dar um passo de cada vez, não há necessidade de correr é como aprender a voar, ou se apaixonar.. vai acontecer quando tiver que acontecer aí nós descobrimos por que um passo de cada vez... *-*


21 de set de 2010

A Parte Que Não Contei.

Antes de me deitar, faço como se fosse... um breve resumo de minha vida, do que me aconteceu do que vou fazer nos dias que há de vir. Mas é mágico a maneira de como eu consigo lembrar de cada detalhe que venha de você, cada palavra ou frase dita, reproduzida pelas lembranças com pequenos batimentos acelerados do meu coração. Ontem da melhor maneira, tentei descrever em pequenas frases o que se passa em mim, quando você não está, cada momento que sinto falta algo aqui dentro e das pequenas declarações que faço escondida do mundo, como se fosse uma obra pra admirar com um grande sorriso no rosto. Sem contar em todos os corações que rodeiam seu nome no meu box assim que saio do banho, das coisas que conto no fim de cada caderno sem ninguém ler, tudo feito por mim, mas com autoria sua... Afinal, do que vale um grande poeta sem a sua inspiração? Com todas as coisas ditas, me deparei que serão apenas palavras dentro de um envelope, porque meu amor vai estar todo aqui comigo e eu vou ir em cada lugar esperando que eu te encontre lá para lhe dar, meu psicológico é fraco, te vê em qualquer canto, imagina qualquer cena romântica do qual você se encaixa perfeitamente bem, sérios problemas de um coração apaixonado: Enxergar você em tudo no qual ninguém iria te ver.

- B.Carmona