.

.

17 de mai de 2012

Não deixa de acontecer..

O problema está em nós. É isso! Isso mesmo!
Meninas. Meninas são confusas demais, são neuróticas demais, burras demais. Generalizam, criam expectativas. Se preocupam demais, falam demais, fazem merdas demais. Amam demais, se apaixonam demais, choram mais...
Meninas ligam para o cabelo, para a maquiagem, para sapatos, para o corpo, para os seus defeitos, na verdade, os defeitos sempre parecem ser o que causam problemas Meninas estão acostumadas a serem dramáticas, a morrerem de amores, a fingir mais... 
Meninas são bichos complicados de entender, são causadores de muitos problemas... Mas se chorarem, pronto! Ganham qualquer briga. Meninas são forçadas demais.
Eu não gosto de ser menina, não me entendo. Não consigo entender toda essa coisa de ser emotiva demais e não racional. Eu não nasci pra ser mulher.. Eu não nasci pra ser racional, não consigo não me preucupar com minhas celulites e as cicatrizes pelo meu corpo, eu não paro de olhar meu cabelo, até ele estar supostamente apresentável. Eu penso em como deve ser mulher, ser bem sucedida, ter meu lar e as vezes acho que tudo isso não é pra mim... Por que eu pareço ser tão menina, tão imatura demais, tão pequena demais perto da imensa responsabilidade de ser mulher.
Eu não aprendi a ser mulher, mas a ser menina... Isso já vem de nascença. Eu não quero me tornar uma mulher se continuar sendo o fracasso que sou hoje. Mulheres disfarçam demais, são mais inteligentes, escondem demais.. Peraí! Mulheres, são meninas que tiveram que crescer? Meninas viram mulheres porque a vida não espera? Como sei que deixarei de ser menina? As coisas irão mudar? Eu terei que  assumir responsabilidades ou então fingir que está tudo bem? Mulheres fazem isso? Minha mãe sofria as vezes, mas escondia do meu pai... Para ela sempre estava tudo bem..  Mulheres são assim, misteriosas? Como faço pra aprender a ser mulher? A vida ensina ou a vida mostra?

- Bruna Carmona