.

.

31 de dez de 2010

não importa, a hora ou dia..

Em pleno "ano novo", onde todas as pessoas estão felizes, se enganando com um copo de bebida e forçando sorrisos com familiares que não gostam tanto assim... Vim lhe falar que...
Tenho andando com a cabeça longe, pois, agora estou doente, tenho uma preucupação, algo subliminar para cuidar. Declarações na agenda, um nome rodeado de corações e musicas romanticas cantadas e dedicadas em pensamentos são feitas por mim, coisa que não ocorria a muito tempo, até você chegar, seria um erro fingir que desde o começo não sentia uma empolgação sem tamanho, tantos textos escritos para ti, tantas conversas saiam da minha boca apenas tentando criar a cena de quando o ver, acaba sendo tolice. Afinal... Não, tinha tantos motivos assim para...
Na verdade, tinha! Era lindo, interessante e responsavel, um suposto "bom partido" como os antigos diziam, não digo de conta bancária, e sim de algo melhor... são sentimentos. Me mostrava confiança, romantismo e sinceridade. Sem ao menos tocar, tentava guardar cada detalhe ou palavra. Boba, não?
Eu acho o seu jeito tão encantador, essa maneira de ser tão... lindo e fascinante. A vontande de te conhecer a cada dia mais, cada detalhe e não é maior que a vontande de te sentir perto, aqui! Apenas olhar e  sentir que é tudo verdade.
Estranho, logo que achava que só ia acontecer isso quando realmente quizesse que acontecesse e no fim acabei me perdendo nos minutos diários "ao seu lado", sem ao mesmo ver ou tocar. Parece que já me faz falta. Mal, lhe conheço e já vivo uma eterna saudade! s2'

- B.Carmona
23:47

27 de dez de 2010

Não acreditei, quando olhei no espelho, eu parecia uma Bruna tão mais... velha! Como eu consegui amadurecer tanto em tão pouco tempo, acaba sendo um pouco estranho, afinal... Você passa um longo tempo imaginando, fazendo e sonhando com planos que se acabam em tão pouco tempo, e isso faz com que você caia na real... Que a certeza do amanhã não é tão grande e que seu amor não vai durar pra sempre.
Me encontei sozinha durante muitas situações, precisei de socorro como uma criança precisa da mãe... Mas ao contrario disso, acabei mexendo nas pequenas lembranças de mágoas e dor que tive lá trás e achei as respostas pra todo meu sufoco. O tempo! O tempo cura tudo, nada é pra sempre, dor não é pra sempre,porém, marcas sim! Marcas do seu passado fazem você ser alguem melhor, faz você ser quem realmente é. Mas, a dor passa, todo machuado há de passar. A vida deu essa tregua ao ser humano. Então, cai na real somente esse ano.
Acreditei também, que esse ano de 2010 era para ser um ano de muitas mudanças, que ia mudar minha vida e que seria tudo "maravilindo". Pois é, ela mudou, não foi tudo supostamente maravilhoso, mas foi um ano de aprendizado e amadurecimento, como pessoa, com as pessoas e com os meus pais. Porque foi esse ano que eu descobri que não há ninguém que irá perdoar meus erros e me aconselhar para o bem como eles. Serão sempre um Tesouro que Deus me deu, para honrar.
Esse ano descobri que também para ter "amigos", não precisamos jurar amor eterno e que sempre de alguma forma alguém em algum canto irá lembrar de você, com a mudança de colégio, eu achei que os meus "supostos" amigos do passado, que faziam promessas falsas, de amor eterno, irião querer saber sobre minha vida, de como estava, mas, minha expectativa foi totalmente errada. A verdade é que aqueles que fazem promessas inválidas e juras de amor eterno, acabam sendo os primeiros a te deixar.
Prometi a mim mesma, que depois da minha primeira decepção amorosa, não voltaria a me enganar por tão pouco, confesso que não me apaixonei e sim apenas 'preenchi' minha cabeças em algumas horas. Porque fiquei anestesiada de qualquer falsa promessa e vi que quando for pra ser, será! A vida irá me trazer quem eu mereço e quando isso acontecer ocorrerá tudo bem!

Foi tudo tão diferente, que pra contar acaba sendo tão repetitivo, porque a palavra "mudança" e "superação" irá reprisar toda hora.

Não foi o melhor ano, mas, prefiro crescer do quer ser a mesma de 2009! ;)
Bom Ano Novo!

3 de dez de 2010

Duas Pessoas!

Criamos imagens de amigos perfeitos, como se não tivessem defeitos, que nós entendem e compreendem tudo que falamos. De acordo com o tempo, vemos que não existem "amigos perfeitos", mas, amigos que se encaixam perfeitamente em nosso cotidianos. Eu como aprendiz da vida, encontrei não um e sim DOIS! Um presente que a vida trouxe em minhas mãos.
Ontem, quando eu vi que tinha que me despedir das nossas rotinas, entrei em desespero porque eu não queria deixar meus anjos, o meus amores e os motivos de todos os sorrisos que tive. Aquela sensação de perder algo é horrivel, mas, eu sei que as ultimas palavras nossas foram inesqueciveis a ponto de conseguir lembrar de cada detalhe. Confesso, que hoje acordei mais triste por não ter vocês na segunda-feira chata! Sei que vai ser duro sem vocês, afinal, eramos em três, 3, tleis, só três e cada vez que eu penso isso me dá vontade de Sorrir.

Obrigada Por tudo! Jackson e Davi. Meus melhores!