.

.

28 de out de 2014

Recomeço. - Parte Dois

Oi, quanto tempo.
Bem, desde a ultima postagem muita coisa aconteceu, muita mesmo. Tantas, que mal sei por onde começar... 

Mas resolvi dizer pequeno "olá", só pra fingir que estou de volta. Espero que consiga de fato, voltar. Voltar a escrever, a expor o que mais gostava: sentimentos, mágoas, felicidades, etc...

O layout mudou, acredito que ficou bem a minha cara, espero que gostem.

Seja Bem Vindo. 

Bruna Carmona

19 de dez de 2013

Um Novo Recomeço;

E queria te contar, que os dias estão difíceis . As lutas diárias com minha mente estão me matando, que se você estivesse aqui por mim, por nós, principalmente por nós e entendesse toda essa minha angustia repentina.. Talvez a paz fizesse amizade com meu coração.
Mas não, eu continuo a remar sozinha, no meio dessa ondas gigantescas que formei, por pura teimosia de acreditar que seria diferente e que você estava aqui tanto por mim, quanto eu estou por você.
A insonia virou minha amiga, e até m disse que não posso mais suportar toda esse desleixo que tenho tido com minha alma, por puro capricho de te-lo ao meu lado.
Porém, continuo aqui, escrevendo todas essas palavras para tirar toda frustração de não poder fazer nada, de ter medo de te contar que você nunca vai lutar e que nunca vai entender que... bem, que os dias estão difíceis..

- Bruna Carmona

25 de jul de 2013

Direta.

Começo dizendo que tentei, de primeira, de ultima, uma, duas, três vezes... Você por algum motivo fingiu não ver o quanto protegi toda sua historia e a valorizei contando partes do passado enquanto a gente jogava conversa fora. Me declarei, li, fingi que não li, fingi entender e entendi.
E dessa vez, os lados mudaram, não é que tu não seja feito pra mim, a real é que não nasci pra você. Sua forma fria de ser, congelada todo amor que tenho em mim. 
Não vou me prolongar, vilão mesmo é meu pensamento criando toda aquela historia que você nunca deixou contar....

- Bruna Carmona

12 de mai de 2013

Encerramento.

Depois de tempos, venho com pressa contar sobre a primeira e única história de amor que não vivi....
"- Ontem quando reparei ele estava acompanhado, olhou pra mim com olhar de malandro que sempre lhe pertenceu. E com o abraço rápido virou e continuou a andar, já eu, fingi que estava tudo certo e segui..."
Foi o suficiente para ver o quanto eramos diferente e o quanto estava certa em saber que jamais teria o que sempre desejei, demorei, pensei e re-pensei, foi tudo para um bau, que só existia em minha cabeça, junto com todos os desejos e fantasias que pertencia somente a mim. Estava na hora de deixar de ser uma boba e parar de imaginar que as cenas que criei eram somente minhas, e não dele.
Talvez, esse teu jeito obscuro que ninguém desvende também não é o que  procuro, porque você mais do que ninguém sempre soube o quanto tinha necessidade demonstrar meus sentimentos; já você sempre disfarçou cada um deles, fingir que não existia sempre foi mais fácil do que encarar a grande perda.
Eu não lhe culpo por nada, sei que é homem de muitas mulheres e que quando chegar a hora certa existirá apenas uma. O suficiente para tirar toda essa sua marra de valentão.
Talvez a pessoa que conheci por algumas horas só exista em determinadas situações e  não é a verdadeira, porque o verdadeiro prevalece. Você sempre teve mascaras, isso amedronta qualquer um, até mesmo a mim. 
Como toda historia, você sempre será meu  único príncipe, o que tem fidelidade a todos meus segredos e detalhes e sei que ninguém jamais roubará teu reino, porque ele ficou cravado em mim junto ao teu gosto.
Mas, a historia.... Bem, fica pra depois. Afinal, ela nunca existiu, e se fosse inventar diria em algum momento sei que: "Eu gosto dele a ponto de querer estar perto, não tem outro jeito de me ver sorrir é louco o efeito dele aqui".

- Bruna Carmona

4 de nov de 2012

Acredite de novo, mas, em VOCÊ!


Irá ter dias que iremos simplesmente não entender porque continuamos na escuridão sozinhos, sendo que há tanta vida lá fora.... 
E você irá precisar de uma pessoa, a unica e exclusiva pessoa que não poderá te apoiar, te erguer ou até mesmo perguntar o que tem acontecido com você... Não por que ela não te quer bem, não por que ela quer  que você sofra. Ela não poderá te ajudar porque nunca irá entender o que você passou para chegar aonde está e ter esse vazio que tem... E você pode simplesmente dizer todos os motivos para todas as suas ações desde então e ela continuara achando que pode ser tudo simples e que você não passa de alguém dramático  quando na verdade o que você está procurando é a compreensão.
Mas não se preocupe, você não vai morrer e teu mundo não irá acabar. Por que o mundo não para por corações partidos, nunca parará.... Você terá força, por mais estranho que possa ser, pois irá precisar se reconstruir e vai cansar de se sentir no chão. Você dormirá dizendo que será a ultima noite em claro e que amanhã o dia terá de ser mais produtivo e você mais maduro...
Olhará no espelho e irá conseguir ver o que não observou desde o começo, a tua essência e que tudo que ocorreu não foi sua culpa ou culpa de alguém, a culpa é da vida. Vida que quer te ensinar a crescer sozinho, afinal, nenhuma criança aprende a andar de primeira, ela vai cair e chorar e teu instinto fará com que ela tome mais cuidado da outra vez... E é assim que tem que ser. 
Se você perdeu algo ou alguém, não fiquese ficar culpando o tempo todo e não procure alguém que reconheça isso... Por que lá no fundo você sabe, que deu o melhor de si, se não era o melhor pra alguém e porque não era pra essa pessoa que você tinha que se empenhar.
E quanto as promessas e as juras. Deixa isso de lado, aposto que quando criança prometeu a sua mãe que nunca mais iria mentir e mentiu muitas vezes depois... Promessas e juras na verdade não passam de palavras e palavras são jogadas ao vento a todo instante, assim como as suas foram e as de alguém também será. 
Não se preocupe, não sofra tanto, não chore tanto, ter uma vida ainda já é um bom motivo para você recomeçar mesmo que do fundo do poço, aos poucos você irá subir, de degrau em degrau... Dê uma chance a você mesmo, chance a alguém ou até mesmo a um objetivo novo. Daqui por diante você irá ver que os tombos não doerão tanto e que você já esta caminhando bem e principalmente sozinho, independente de qualquer machucado.

- Bruna Carmona




22 de out de 2012

Querido Diário...



(...) por ter conseguido uma noite arrasadora, lá pelas quatro da manhã consegui pegar no sono, desliguei meu mp3 e realmente consegui dormir, já não tinha mais forças nem ao mesmo para chorar de tanto desgaste comigo mesma.

Ao amanhecer acordei aliviada, devia ter sido por tanto chorar a noite passada, tentei me distrair com qualquer musica eletrônica fingindo estar bem, fingindo me enganar com "outra vibe". 
Só agora entendi o quanto ando danificada, ando fissurada para tentar esquecer o quanto me senti usada por teu ego, esse maldito ego. O quanto tento camuflar que ainda sofro por um rapaz que não existe, que vive em silencio (...)



17 de set de 2012

Who's gonna bring it back to life?


Quem irá salvar o mundo está noite?
Quem conseguirá lutar contra o vilão desta madrugada? Peguei minha armadura, sai sem olhar para trás, o  medo não irá bater de frente desta vez.
Irei escapar com cuidado para não encostar nas magoas de algum momento qualquer. Quem irá nos salvar das lagrimas de dor? Quem irá nos salvar da solidão? Ninguém jamais esteve com insônia, até ter seu coração partido. Em quem colocaremos a culpa? Será que o vingador nos deixará dormir em paz, sem perturbar nosso silencio? Qual é o mal? Não vê que não precisamos mais chorar?
Preciso salvar meu mundo. Preciso me salvar.