.

.

25 de jan de 2011

O coração não diz...

Pretendia dizer que todas as noites antes de dormir, fico relembrando de tudo, tudo e tudo que relaciona você! Dizer, que quando não conversávamos, ficava imaginando se você tinha achado alguém mais interessante e que minha vontade de falar que você era importante pelo menos pra mim era enorme, afinal, você vive aqui. Pretendia dizer que talvez não fosse a mais bonita pra você, mas, que você é o mais bonito pra mim e ninguém há de roubar esse titulo!
Que quando mexia a boca para o lado, pensava que faria a mesma cara, quando eu falasse alguma asneira. Falar que todas as manhãs, antes mesmo até de levantar você se encontrava em meu pensamento! E, eu boba que sou, ficava imaginando a gente juntos. Dizer, que queria e ainda quero, confesso, ser só sua; porque desde daquele dia, só tenho pensado em você.
Que ao longo do dia, ouvir musicas e mais musicas apaixonadas achando que de alguma maneira você podia me ouvir!
Ter sonhos com você me fazia acordar mais aliviada e cada dia que passava, as coisas aqui dentro iam se firmando como se a cada dia, você desse "motivinhos" para que ficasse aqui, nem o mais simples, o meu coração guardava.
Que de tanto teimar, o medo vem me dizer que ainda não é a hora certa, fico tentando adiar isso cada vez mais e que de maneiras diversas e  até indiretas tentava dizer que aqui, no meu coração, depois de muito muito tempo só existe você. E a repetição de você no texto só não é maior, porque você consegue aumentar esse numero aqui, no meu coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário