.

.

28 de jan de 2011

Bruna :)

Sempre quis fazer com que as pessoas enxergassem outra Bruna que tem aqui, uma mais profunda, uma mais escondida. Quem me conhece sabe que sou toda feliz, mas, na verdade é que guardo magoas que só deixo me dominar quando estou sozinha, é uma questão de defesa. Chorar é algo que não é pra mim. Não gosto de mostrar que choro que nem criança, porém, choro tanto quando vejo algum filme que é de romance.
Algo que ninguém quase sabe sobre a Bruna, é que ela é muito 'romantica'! Tenho um pé muito grande na casa do amor, isso vai de filmes à letras de canções, qualquer tipo de declaração de afeto, realmente faz meu coração amolecer e fazer com que fique torcendo para que ache, um dia, algo igual ou semelhante a tudo que penso a respeito de relacionamentos.
Tenho um caderno onde conto todos os dias sobre o que acontece comigo, se estou chateada, brava, triste, feliz, enfim, a maioria das coisas é romântica e textos não terminados, apenas rascunhos.Corações e nomes de pessoas que são importantes.
Sou meio carinhosa, as vezes, até demais. Criar pequenos "afetozinhos" pelas pessoas é meio comum pra mim, não vou ser hipócrita e dizer que amo a pessoa, não não é isso! Mas, gosto das pessoas inclusive as novas, a gente pode 'trocar historias' isso acaba sendo legal pra mim, mas, nem sempre a pessoa sente o mesmo que você.
Sou ansiosa e muito insegura, tudo por causa das minhas tias, não gosto de mim "pelo corpo", preferia ser mil vezes magrela, acho que esse papo de "peito e bunda", definitivamente não é pra mim! E, não me aceito assim, porque me acho gorda é.
Tenho um coração e reservei ele para um moço, aquele que julgar fazer bem para meu coração e a mim! Mas, para isso, preciso ter certeza que realmente gosto dele e ele de mim, não gosto mais desse papo de "vamos ver no que dá", gosto de planos ainda mais quando é a pessoa que nós mais gostamos, é inevitável não querer ela, fazer planejamentos para ambos. Isso acaba sendo primordial mesmo sendo nova! Sempre achei que nós, humanos nascemos para constituir uma família e que mesmo com alguém do nosso lado, podemos "aproveitar o máximo" que a vida dá. Nunca fui muito fã de que "precisamos de uma lista" de ex-namorados ou affair.
Tenho muitos projetos para a vida, principalmente profissional. O sonho de ter uma marca ou loja é tão grande quanto a vontade de entrar nesse mundo "de moda". Confesso, que antes, acreditava ser futilidade mas, quando achamos algo que nós realmente somos bons, fica tão mais gostoso e fácil de adquirir conhecimento por tal coisa.
Há quem diga que meus pais são "muito antigos", que tem que ter seus limites, mas, não gosto quando falam isso, de verdade. Só EU posso falar deles, porque só EU passei e passo ainda essa situação um pouco "inacreditável" perto dos jovens de hoje em dia... Mas, sei que me tornei o que sou , graças à eles! Pessoas que falam que não gostam da família, merecem meu total desprezo!
Talvez, não tenha duas Brunas, na verdade só uma. Que quase ninguém sabe ver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário