.

.

9 de nov de 2011

E não existe quilometros.

Acredite, não importa onde ou quando, se há de demorar ou não. Em algum lugar deste mundo você irá encontrar um refugio, uma paz que será tão inacreditável quanto qualquer surpresa de aniversário.
Não pude me aguentar quando dei conta de que de você, tinha se tornado a melhor parte do meu dia e, todas as aquelas conversar aleatórias, sobre coisas aleatórias era o que criava vontade de ficar mais, ficar perto, ficar contigo, ficar por ti.
 Segui com a ideia de me aproximar de alguém que realmente se importasse comigo, nas horas mais enfadonhas e até as angustiantes, em apenas alguns passos você já estava ali me perguntando o porque de cada coisa, fazendo perguntas sobre meu dia, de como me sentia perto de cada situação que a vida me propunha... Toda a preocupação simples que não encontrava nesse mundo, não queria acreditar, mas, você virou parte da minha rotina, a parte mais bonita.
Nunca o toquei, nunca o vi, mal sei sobre a cor dos teus cabelos e realmente... Não me importo, porque quando estais aqui comigo, tens a beleza mais linda que já pude reparar, me prende, me faz bem, me dá vontade de sair daqui desse vazio e correr ai só para ficar conversando por horas e mais horas aí... Do teu lado.
Acredito que você, talvez saiba mais coisas de mim do que muita gente que vive do meu lado, a sensação de ter conhecer por anos só não é nula porque encontro o refugio de tudo, em ti.
Palavras fogem quando preciso te contar, que não há nada que pague a tua companhia todos os dias, que pague cada sorriso que você me proporciona e até os elogios que me deixam sem graça, mesmo pretendendo um dia te encontrar somente para te bater e dizer ao mesmo tempo: Obrigado por tudo!
Logo eu, que não sou boa para explicações venho somente para tentar lhe dizer que: Desde que você chegou, torço para o dia ser meu amigo e passar voando, só para chegar a hora de ouvir o que mais gosto, sua voz.
- Bruna Carmona 


Nenhum comentário:

Postar um comentário