.

.

22 de jun de 2011

Pra ela, porém, sem ela!

Estava vazio quando cheguei, não havia mais nada.
Era apenas ele, seu coração partido e meias palavras não contadas. Sem xingamentos ou reclamações de outro alguém, mas, se encontrava em uma briga eterna com seu próprio coração. Olhava para suas escritas, tentando achar a solução, procurando um jeito de tocar o coração de quem mais amava
Fazia que aquele lugar, vazio que apelidava de coração fosse maior que qualquer outra coisa. Já não lhe importava mais o que fazia, noites em claro pensando no jeito que ela sorria enquanto abraçava outro. Ele, não aguentava saber que ela não fazia parte do seus planos. Não se importava mais com ele, tudo que considerava bonito era em relação a ela, pra ela! Ele por ele, não tinha vez! Não existia um "ele", sem ela.
Cheguei a perceber que seus olhos eram os mais bonitos do ambiente, porém, neles conseguia encontra a preocupação de um homem apaixonado... Apaixonado por uma dama, não uma dama qualquer. Ela possuía um coração estranho, era uma dama das ruas, uma qualquer que estava procura de um encontro causal e não se importava com as poesias dele, o cheiro dele ou o jeito dele, era apenas uma dama... Sem essência!
Enquanto ele, se encontrava no mesmo lugar... Sozinho com seu coração partido e suas meias palavras não contadas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário