.

.

25 de jun de 2011

Esperança - Victor Chagas

Ela nunca apareceu
Nunca se mexeu.
Tal qual velho mundo.
Nunca imaginei que existisse.


Nem se quer uma conversa
com sentimento real.
com vontade, de verdade.
Foi assim o primeiro contato.


Náo sabia se sorria
ou se morria
porque era o início de toda aquela história
que eu sei o final.


Mas da mesma forma
eu sabia que seria maravilhoso.
e a felicidade, da forma mais simples
voltou pra mim mais uma vez.


Só você, novidade
é quem conseguiu fazer brilhar
a minha esperança 
de amar da forma que eu mais gosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário