.

.

29 de mar de 2011

Bater na porta do coração.


Certa vez alguém disse: "Amor é como um bombom, você abre, se delícia e depois ele acaba". Eu não sei se ele estava certo, mas.... Resolvi a algum tempo seguir o sentimento que está guardado aqui, para tentar provar a mim mesma que o amor é como os planos que determinamos para nossa vida. Você tem cuidar, olhar para para os dois lados, ver que existem riscos mas também há felicidade e talvez isso seja maior que qualquer outra coisa que pode vir depois... E mesmo que não aconteça, você se conforma, porque existiu o  fato de pelo menos "tentar".
Parecendo até mesmo fria, tento dizer que as vezes nossos planos são construidos aos pouquinhos e acredito que amor também é assim, é ir ali todo dia bater na porta do coração dele, para que cada dia fique mais fundo e mais intenso, com a esperança de que, um dia ele veja que não pode mais negar o que sente e perceber que deve se entregar à mim. Tentando provar para nós dois, mas também a esse alguém que disse tamanha bobeira que ele conheceu o que nós construimos ao poucos, porém, juntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário