Pular para o conteúdo principal

Feita na terceira pessoa.

Querida Bruna.

Pela primeira vez, tenho coragem de lhe escrever, logo você que sempre foi de escrever para pessoas, para coisas que não se dirigia a você, vim lhe contar como andam as coisas.
Pois é, faz um tempo que você acha que sua vida não vai mudar, não é mesmo? Todo mundo fazendo mil coisas, se divertindo, se distraindo, trabalhando, estudando, namorando e você pensando que vai ser a única que não vai poder fazer nada! Sei que parece difícil de acreditar nessas coisas, mas, não perca as esperanças... Você sabe que muita coisa já esta mudando... Seus pais, sua cabeça, o seu jeito de falar, se comportar. Você mudou Bruna, confesse! Você anda mais séria, você anda arrependida com coisas que fez até quando tinha apenas 6 anos! Você conseguiu coloca sua cabeça para pensar! Logo, você que odiava ficar pensando demais, pensando que podia ter acontecido, o que passou, o que há de vir. Isso te fez mais madura, uma perda te fez mais madura, ela mudou um pouco sua cabeça, ela fez você dar valor a certas coisas que não se importava antes, ela fez você ter arrependimentos e criar um determinado "juízo" que você não tinha tanta preocupação antes.
Bruna, minha querida... Bruna, fiquei sabendo que você voltou a olhar todas aquelas fotos lindas de meninas aleatórias e isso tem feito você ficar mal, ficar se achando feia, gorda a própria feiura em pessoa. Porque isso, hein? Para que se maltratar tanto? Você é tão linda do jeito que é! Você não precisa tanto de estética quando tem amor no coração, sabia? Pare com isso, você vai ficar linda quando crescer, você pode apostar. E por falar em beleza... Você já parou para pensar em todo amor que você dedica aquelas pessoas pequenininhas, como a Grazi, só nós sabemos o quanto aquela menininha tem feito você sentir feliz das vezes que foi lá. Sabemos também que se você pudesse roubaria todas elas e abriria uma creche só para dar o amor, que os pais não dão....
Precisamos conversar Bru, sei que anda abatida, não tem uma razão, você desmoronou mas precisa levantar, precisa achar um jeito de reconquistar uma alegria imediata que antes você conseguia ter... Acho que se não acontecer, não era para ser... Deus vai prepara alguém melhor pra você, pra ele e os dois vão ser felizes. Pare de se preocupar com o que não vê, não sabe... Nós temos uma vida inteira pela frente... Sabemos também que você sempre desejou algo sério, fixo.. nós não vamos deixar isso pra trás, mas não foque nisso agora.. Não é o motivo principal para alguém que vai fazer dezoito anos!
Ahhh! Os seus dezoito anos, você tem sonhado tanto com esse dia, lembra? Toda aquela independência que você planejou: banco, carro, trabalho, estudos, contas para pagar, compras por contra própria... Todo aquele "glamour" do qual você mesma apelidou vai começar já já... Acredite ou não, mas, sinto que nossos pais estão orgulhosos de você!
Para terminar, vou deixar meu recado principal: Não se importe em estar sozinha, não ter para quem contar sua tristeza ou angustia. Não se preocupe em ter milhões de amigas, mesmo não tendo nenhuma... A sua mãe ultimamente até falou esses dias sobre assuntos que você jamais tocaria, lembra? Então, ela é uma OTIMA amiga. Fica tranquila você tem a melhor e a mais confiante de todas, não precisa de outra..
Bruna, não fique mal, você é tão alegre! Não se chateie com coisas pequenininhas, não procure ficar mal, isso não vai te ajudar nesse momento.. Lembre-se existe alguém lá em cima e Ele sabe de todas coisas, confie nele!

Com amor de alguém não muito distante....

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Direta.

Começo dizendo que tentei, de primeira, de ultima, uma, duas, três vezes... Você por algum motivo fingiu não ver o quanto protegi toda sua historia e a valorizei contando partes do passado enquanto a gente jogava conversa fora. Me declarei, li, fingi que não li, fingi entender e entendi. E dessa vez, os lados mudaram, não é que tu não seja feito pra mim, a real é que não nasci pra você. Sua forma fria de ser, congelada todo amor que tenho em mim.  Não vou me prolongar, vilão mesmo é meu pensamento criando toda aquela historia que você nunca deixou contar....
- Bruna Carmona

Querido Diário...

(...) por ter conseguido uma noite arrasadora, lá pelas quatro da manhã consegui pegar no sono, desliguei meu mp3 e realmente consegui dormir, já não tinha mais forças nem ao mesmo para chorar de tanto desgaste comigo mesma.
Ao amanhecer acordei aliviada, devia ter sido por tanto chorar a noite passada, tentei me distrair com qualquer musica eletrônica fingindo estar bem, fingindo me enganar com "outra vibe".  Só agora entendi o quanto ando danificada, ando fissurada para tentar esquecer o quanto me senti usada por teu ego, esse maldito ego. O quanto tento camuflar que ainda sofro por um rapaz que não existe, que vive em silencio (...)